Luís Miguel Rodrigues

luis-rodrigues1

Luís Miguel Espinho Rodrigues é licenciado em Animação Sociocultural — Aprofundamento em Mediação Multicultural, pela Escola Superior de Educação de Lisboa (ESELx), Instituto Politécnico de Lisboa. Trabalha na área da reabilitação desde 1997 até ao presente.

Tem como formação complementar: Europass como formador na área da juventude no Connector 2017 em Bucareste, Roménia; em 2013, como tutor de estagiários Europeus e formador de tutores numa organização dos CEMEA (França, ESELx Lisboa) em Bordeus França; Certificados de Formação, 2013, Gestão de sistemas de qualidade em Instituições sociais, pela FORMEN, Coimbra; em 2012, técnicas de Comunicação e Liderança, C.M.A., Amadora; Sustentabilidade de projetos culturais,C.M.A., Amadora; Dança com cadeiras de rodas, LPDM, Lisboa; em 2010, Higiene e Segurança no Trabalho, C.M.A., Amadora; Gestão de conflitos,C.M.A., Amadora; em 2007, Formação de Formadores, Time to Train, Lisboa; EU. Dance (Dança Educativa), LPDM, Lisboa; nos anos 80 e 90, Técnicas circenses, pela Colectividade de Santa Catarina, Escola de Circo, actual Chapitô, Formação de actor e encenação, pelo Grupo de Teatro Fio d’água; animação socioeducativa pelo SIARTE

Como Animador Sociocultural, trabalhou na área da reabilitação na CERCIAMA (Amadora), desde 1999 até 2016, com as funções de coordenação e encenação do Tr.Ama – Teatro da CERCIAMA; concepção e coordenação de projetos culturais e artísticos; coordenação e tutoria de estágios em Animação Sociocultural, tanto nacionais, como internacionais, estes integrados no Projeto Leonardo da UE.

Colaborou também como Animador Sociocultural na CRINABEL (Lisboa), como Professor de Movimento; no CECD (Mira Sintra) e AFID (Alfragide), com as funções de Professor de Teatro e Movimento, encenação do Grupo de Teatro, coordenador de Projetos Culturais e Artísticos.

Colaborou na Associação Horizonte (Lisboa), na área da doença mental, como Animador Sociocultural responsável de projetos de animação e gestão de atividades da vida diária.

Na área da infância, foi Professor de Teatro na Oficina da Criança – Cooperativa de Educação pela Arte (Lisboa); Professor de Teatro na Associação As Flores (Rinchoa); fundador e encenador do Teatro Infantil de Massamá.

Como actor e encenador: Teatro/Circo Grupo Tapete Mágico (ator e encenação); Bernardo e Companhia (Ator e Encenação); Animação circense (Lisboa, bienal de artes de Vila Nova de Cerveira, Pontevedra, Vigo e Santiago de Compostela).

Enquanto formador, deu alfabetização na Junta Freguesia Rio de Mouro, integrado no programa OTJ da Camara Municipal de Sintra; Animação sociocultural e deficiência em oficinas da FENACERCI; Metodologia do Projeto, na Amadora; Sustentabilidade de Projetos Culturais em organizações de deficiencia na CERCIAMA, Amadora; dinamizou Oficinas de Teatro em Fafe e Beja, integrado no projecto CERCIARTE da FENACERCI, Formador convidado para em Técnicas de Teatro Inclusivo para professores em Eger, Hungria organizado pela associação Hungara MSMME, em Colónia, Alemanha, pela organização Lebenshilfe, Animação da Língua Portuguesa para estrangeiros na Associação Mais Cidadania em Lisboa; “As Artes como prática de inclusão” na ESELx, Lisboa, formador na Oficina “Construção de Sussurradores” no Instituto Nacional de Reabilitação, Lisboa.

Como Organizador de eventos, concebeu e coordenou Animações em espaços comerciais (Lisboa, Rinchoa, Merces), concebeu e coordenou 2 edições do FESTIVARTE (Festival de Arte com a deficiência, Amadora)

Foi coordenador do Departamento de Artes da FENACERCI – Coordenador do Projeto S’mart, projecto artístico de teatro e pintura, realizado na Junta de Freguesia de Carnide, pela CERCIAMA; Coordenador do Projeto “Raiz”, Projecto teatral (CERCIAMA/AFID/CMA); Coordenador projeto Pint’Arte (proj.inclusivo entre alunos do ensino básico e pessoas com deficiencia na CERCIAMA, Amadora); Coordenador projeto Junt’arte (projeto intergeracional, CERCIAMA, Amadora); Coordenador das oficinas de formação “CERCIARTE”; Conceção e coordenação de implementação de Núcleo de Animação na ESELx ; Coordenador do projeto “Arca do Não É” (Educação pela Arte, Algueirão); Coordenador do projeto “Psicoarte” Arte e Psicologia em Massamá; foi coordenador e encenador do projecto TAS – Teatro das Associações, na área da reabilitação.

Actualmente faz trabalhos como freeelancer na área da deficiencia mental, com crianças do 1º ciclo do ensino básico e é formador na área da animação sociocultural para jovens do Ensino técnico profissional.

 


 

 

equipa permanente ]     [ toda a equipa  ]