Luis Fernandes

luisffernandes

Músico e realizador, nasceu em 1976 em Etampes/Paris. Licenciado em Psicologia e especialização em Arte-Terapia, é na música, no cinema documental de autor e na video arte, que encontra a sua realização profissional e pessoal.

Em Setembro de 2016 ganha o prémio de “Melhor Montagem / Edição” com o seu Documentário In the Moment no Festival Internacional FigueiraFilmArt, Recebe uma menção honrosa com o seu video dança “ReBirds” no concurso de Video Dança “Imagens em Movimento”, Bogotá, Colômbia. Foi premiado com o seu filme dança A`Mar com prémio do público na 1ª mostra de video dança “BODY IN FOCUS”, e como melhor realizador português no “InShadow; Festival de video, Performance e Tecnologias” e com o 2º prémio para melhor documentário 2013 no festival “MUSICLIP; Festival Internacional de Música, Artes Visuais e Vídeo de Barcelona”, com o 2º prémio para melhor documentário 2013, com o seu filme “48h Interferências Sonoras”.

Com mais de 20 anos de percurso musical, é freelancer e já fez parte de projectos musicais, como; os Lupanar, os Bicho de 7 Cabeças, a Companhia de Música Experimental DOOLE(do outro lado do Espalho), Desdobrável (colectivo de música improvisada), a Orquestra de Percussão Tradicional Gigabombos, Cantos do Mar, Odedomindinho, etc. De momento colabora com a Lisbon SoundPainting Orchestra e é fundador do projecto Cine/concerto CACO. Desde 2001 que colabora activamente em performances transdisciplinares e cria música para dança, seja de origem tradicional/folk do mundo ou contemporânea, destacando o trabalho com a Companhia de Dança Amalgama, os projectos Uxucalhos(Baile Trad. que misturava a banda Chocalhos & No Mazurca Band), o Projecto “Éhora” com participação no Festival Temp d` Image, com o Projecto Panda Pá e recentemente o  Projecto “Compota” da Sentidos Ilimitados orientado pela bailarina e coreógrafa Paula Pinto, além do acompanhamento sonoro das aulas de dança meditativa/expressiva Reconnect Dance de Pedro Paz.

Se pudéssemos definir a sua identidade musical, diríamos que é na música improvisada, experimental, de fusão tradicional portuguesa e do mundo e na arte sonora, juntamente com o filme de autor documental e arte que encontra as suas paixões.

 

equipa permanente ]     [ toda a equipa  ]